segunda-feira, 15 de março de 2010

.a questão não é tanto faz, mas faz tanto tempo...

Posso reconhecer-me entre aspas,

mas fora delas é quando (e onde) sou o que sou,

quem sou pode ser encontrado nos parênteses,

mas não entre as aspas,


talvez nas reticências...



Ps: Reticências, gosto delas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário