terça-feira, 23 de agosto de 2011

.pois é...

Hoje eu não consigo muito bem enxegar o lado bom. Isso talvez fosse um dom que me faria melhor. Um grão de areia, grãos de areia, dunas. E um assunto virou uma discussão. Porque as palavras não foram encaixadas nos lugares que as dariam leveza, mas somos nós que damos o peso para elas. A harmonia do momento foi quebrada como quando se quebra o silêncio. Meus olhos embaçaram. As águas não estão mais cristalinas.
Deus em mim. Deus em ti. Deus em nós. Conosco. Permanente e incessante. Fortaleza. Os dias se sucedem por Sua vontade e eu tenho confiado cada vez mais nisso. Os meus sentidos já me parecem falhos. Eles enganam, talvez porque dependem do que eu alcanço com eles. E a nossa interpretação diante das coisas deixa a desejar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário