quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

.dai-me pazsagem.

Me fizeram acreditar que há uma medida para o amor ou ao menos para se dedicar amor, eu já amei, ou ainda amo, tanto faz, pois tentei acreditar que não vale a pena se expressar, ainda mais quando não se é correspondido de uma mesma forma.
Em todo caso a vida é um 'acredite se quiser'...
Mais vale guardar para si, sem sombra de dúvidas. Guardar o que se pensa e sente... ou compartilhar com quem não entende?! Não vale a pena se esforçar para entender o que não existe explicação.
Eu não estudo para ter dúvidas, eu vivo para ter certezas. E quero acreditar mais em mim... a intenção muitas vezes é desvirtuada por nossas interpretações errôneas e amadoras demais, peço desculpas para quem eu já, mesmo que por ignorância, cometi tal delito e por ter tanta importância o  meu mal conceito se transformava em uma tortura. Meu coração se fez em pedaços... como gotas de chuva.
Muitas coisas que nem queremos dizer e dizemos por raiva e muitas coisas que nem queremos escutar, mas escutamos pela voz... e tantas outras que foram ditas por amor e o sentido foi perdido.
Decidi lutar contra qualquer tipo de infelicidade que me invade, chega uma hora que temos que sair de cima do muro e optar por um lado, a escolha mais importante que temos a eleger é o que fazemos com nossas próprias vidas, cautela e coragem, fé e alegria de ser.
A infelicidade se faz presente, digo, lute contra quando ela já não fizer sentido em estar contigo. Em momentos ela se faz necessária, pois te orienta para um acolhimento interno.
E a insatisfação em permanecer insatisfeito com o que se tem?
Não temos quase nada, mas o que temos é inestimavelmente valioso, suficiente e o que temos ninguém pode nos tirar, não temos ninguém além de nós.
Se não temos verdadeiramente, se temos apenas de alguma maneira é sinal de que não temos.
Quero amar para ser eu e ser eu para amar, por isso amo o que tenho, eu tenho a praia, tenho o sol, tenho a lua, tenho a chuva, tenho força e tenho fé, não me resta outra maneira de viver... tenho sonhos e ferramentas. Ofereço meu sorriso, que já não há quem faça parte, que já não é preocupado, que já não me ocupo em ocultar. E amo... afirmo.
Em mim não vejo necessidade de não falar, de não me expressar, mas me é meio doloroso sentir esse alívio, lembranças vem e me fazem pensar no que já não é permitido sentir. Esqueçamos e apenas sejamos...
Chega de conclusões e ofensas... cada um fez de um jeito, alguns de um jeito mais desajeitado.
Um jeito menos comprometido... mas que cada um de nós mereça o melhor que podemos ter e tenhamos o que merecemos.
Eu escrevo porque necessito... porque às vezes consigo alcançar meus pensamentos e transparecer o que sinto... escrevo porque gosto, quero e posso.

4 comentários:

  1. ei cumade, recebi tua msg, e tua ligação, tô espetando até hj a outra. legal vc lembra de mim. tirei face, mas tenho uns dois blogs e um twitter. como vc tá? vamo nos vê? me da teu telefone, perdi meus contatos numa perda de chip. beijo grande saudades!

    ResponderExcluir
  2. Miniele. :) Vou te ligar sim e ai falo meu número. Saudade, você tá mais sumida do que eu, isso não é normal, rs. Espero que esteja correndo tudo bem no trabalho, na vida conjugal e em todo o mais... saudade sim! Tô te seguindo aqui agora, quero ler pensamentos... rs. :*

    ResponderExcluir
  3. tá tudo bem sim! só tava um pouco cansada, as vezes a vida cansa. a mesmice. mas tô voltando a normalidade, ate ja fiz outro face fake, com nome de miniele. cansada de gente inutil demais na minha vida, andei levando uns tocos de algumas amizades, e ai ja sabe, isso deixa a gente pra baixo. mas tá tudo bem, vou começar a fazer um curso de desing de interiores na fic. consegui bolsa de 50 % e vou bancar essa facul. são dois anos. no mais, acho que so essa crise dos 23 anos mesmo, do profissionalismo e tal. e tu? tá bem? que tem feito? um beijo grande emília!

    ResponderExcluir
  4. Mini, mini... a vida é assim... uma sucessão de acontecimentos que nos foge ao controle. Ou a gente aceita isso ou enloquece, rs, eu tenho estado mais para louca do que para compreensiva, rs. Mas passa, 'tudo passará' :)) tô trabalhando e começo a estudar essa semana que chega, tudo em paz, azul e lilás. E em relação a 'canos' de amizades... RELAXE, até a decepção passa, só não deixa restar ódio... abstrai! <3 Estamos aqui...

    ResponderExcluir