sábado, 17 de dezembro de 2011

.realidade onírica.

Não sonhei com pessoas,
sonhei com sonhos.
Sonhei com uma grama verde e um banco,
estava sentada, com lindas sandálias novas,
e olhava para além das grades do lugar.
Sonhei com uma árvore com brincos-de-princesa,
me encantei com o que via.
Não sonhei com pessoas,
isso me fez não querer acordar.
Eu sonhei com esperanças e cores,
havia algo de magia.
Relato como se relata um sonho,
mas um sonho enigmático por sua simplicidade.
Sonhei que estava tudo em paz...


Acordei, era dia 17.



Nenhum comentário:

Postar um comentário