segunda-feira, 19 de março de 2012

.cerrada.

Não vamos falar de dois dias atrás, quando seriam muito mais que dois dias.
Não vamos falar de ontem, que já não nos pertence em real.
Não vamos falar de hoje, pois ele ainda acontece.
Não vamos falar de amanhã, que será sempre um mistério.
Não vamos falar, mas vamos pensar duas vezes ou mais.
Não vamos falar, pois as palavras não sairão de nossas bocas.
Não vamos falar, as expressões ficarão inertes em nós.
Não vamos falar em alegrias, vamos vivê-las.
Não vamos falar em tristezas, vamos apreciá-las em sua importância.
Não vamos falar em sentimentos, vamos senti-los.
Não vamos falar nos outros, vamos escutá-los.
Não vamos contar pesadelos, quando podemos compartilhar sonhos.
Não vamos não contá-los, quando pudermos dividir medos.
Não vamos espalhar segredos, pois eles são nossos.
Não vamos falar, já que as palavras nos prendem.
Não vamos reclamar da morte, vamos agradecer a vida, em silêncio.