quinta-feira, 5 de julho de 2012

.vontade de voar!

Não dá  mais para ser um tanto faz na vida.
Deve- ser algo. O melhor algo que se pode ser.
Hoje pensei em um ciclo.
No recomeço.

As pequenas coisas valem muito.
'Datas comemorativas' são uma válvula para perder a vergonha, a timidez ou a frieza de desejar coisas lindas que estão no coração, mais a garganta engasga antes de deixar se transformar em voz.

Incrível, como algumas vezes as pessoas que mais gostamos são alvos de palavras rudes, mas não conseguimos demostrar o quanto são importantes.

Lembrei de alguns aniversários.
Agradecido meu coração se fez feliz.
Agora: silêncio.

Amar e ser amado.
Amar e ser e algo não permitir que se viva isso concretamente.
Amar e ter de amar alguém que está perto.
Amar e se fingir amante.
Amar sem razão é fácil, impossível é amar sem amor.

Enquanto eu via a noite, viam o sol.
Existe amor em algum lugar, 
Existe respeito e dedicação em mim.
Existe algo novo para ser vivido.

Quem?!  Para quem se canta.

Vontade de voar em direção a um campo que não seja minado...






Nenhum comentário:

Postar um comentário